22 de mar de 2011

A JUSTIÇA DOS HOMENS E A DE DEUS

Somente aqueles que um dia sofreram arbritrariedades e prejulgamentos têm idéia dos sentimentos dos injustiçados.

Mas, enquanto a justiça dos homens é falha como eles mesmos o são, a de Deus é que opera.
Aos poucos a vida volta ao normal, mas a sede de justiça na terra é grande.

Deus opera no seu tempo, que não é o mesmo do tempo dos homens, e já começou a fezê-lo. Quem faz o mal deverá confrontar-se com Ele ... e não será fácil.


Imagino como é a vida de um cidadão líbio, iraniano, cubano ou de qualquer um que não tenha garantias constitucionais e justiça em seu país, se no Brasil que temos uma razoável democracia e ordem institucional, nossos direitos são violados grosseiramente por indivíduos temporariamente investidos de poder. Estes, se não prestarem contas à lei brasileira, prestarão com Deus ... que estejam certos disso.

Imaginem na Idade Média e a Santa Inquisição da Igreja Católica que queimavam as pessoas vivas arbitrariamente. Hoje a "queima" se dá de forma mais sofisticada, eletrônica, on line e televisionada ao vivo e a cores.

A satisfação sádica de alguns pela violência ao direito dos outros sem qualquer julgamento legal fica é identica à dos romanos nas arenas, afinal, para o povo basta pão e circo. Justiça e Constituição Federal? Ah! isso fica pra depois...

Quanto aos caluniadores e aos porta-vozes da mentira? Estes serão terão sobre sí a espada da justiça no tempo certo. Na lei dos homens é crime também "propagar" a calúnia, a injúria e a difamação. Não adianta se esconderem atrás de "fontes".

São os neocovardes eletrônicos, que na insignificância vivencial exercitam sua catárse virulenta na tentativa destrutiva da imagem daqueles que invejam e que ocuparam posições por méritos que jamais terão. Chegará sua hora de acerto de contas! Com Deus seguramente deverão acertar.

Diz a Bíblia: "Conhecereis a Verdade e a verdade vos libertará" João 8:32.

E quanto àqueles que sofreram injustiças semelhantes, em Jó 42 está escrita a promessa de prosperidade e recebimento de riquezas em dobro que lhes serão ofertadas.

O tempo é o senhor da razão e o mais importante é nossa consciência limpa, o apoio da família e dos amigos leais. Como diz o ditado popular:

A JUSTIÇA FALHA MAS NÃO TARDA!