01/05/2009

Portos de Paranaguá e Antonina adotam sistema via satélite para monitoramento de navios

Title: New satellite system to vessels traffic control in Paranagua and Antonina ports.

A contínua inserção de novas tecnologias no processo operacional portuária é uma exigência fundamental para ganhos de produtividade, eficiência e performance dos portos. Cada vez mais os portos se parecerão aos aeroportos: hora marcada para chegar e sair dos terminais, e é nesse contexto que ferramentas para gerenciamento continuado das tracações, localização das embarcações em berços, áreas de fundeio, barras e canais, são cada vez mais usadas pelas Autoridades Portuárias no mundo todo.
Um novo sistema adquirido pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina - APPA permitir o monitoramento em tempo real de todo os navios que chegam e saem dos Portos de Paranaguá Antonina. Denominada “Vessel”, a nova ferramenta permite conhecer a localização exata das embarcações na área dos portos e, desta forma, garante maior segurança para os usuários dos terminais portuários.


O sistema controla a entrada e saída de navios dos portos do Paraná, Paranaguá e Antonina.

Com o sistema, é possível, por exemplo, prever acontecimentos como colisão de navios, localizar embarcações, prevenir o aparecimento de navios piratas e o deslocamento de bóias de sinalização.Segundo o superintendente da Appa, Daniel Lúcio Oliveira de Souza, o monitoramento dos navios se estenderá também ao acompanhamento da posição da draga que está operando atualmente no canal de acesso aos Portos.
“É uma nova tecnologia utilizada para o gerenciamento das operações portuárias que nos possibilita uma visão geral dos navios que entram e saem dos Portos. Além disso, permite a fiscalização remota das atividades de dragagem, pois os fiscais podem conferir pelo sistema em que área de trabalho ela está, bem como onde está ocorrendo o despejo do material dragado”, comentou.

A tecnologia permite fiscalizar à distancia, as operações de dragagem e deposição dos material dragado nas áreas préviamente autorizadas pelos órgãos ambientais e Marinha do Brasil.

O gerente de desenvolvimento e serviços da empresa SMD Marine, que desenvolveu o sistema para a Appa, Fernando Luiz Gonzalez, explicou que o monitoramento abrange toda a área portuária e alcança quase 18 quilômetros além do local onde os navios aguardam para atracar. “O sistema oferece em tempo real a localização de todas as embarcações de grande porte que estão entrando, atracando e saindo do porto.

Fernando Luiz Gonzalez, gerente da SMD Marine, proprietária do sistema "Vessel" adquirido pela APPA.


Antes esse acompanhamento era impossível, porque o Porto de Paranaguá, longe da entrada do canal de acesso”, salientou Gonzalez. O primeiro porto brasileiro a adotar sistema semelhante foi o de Santos, há quatro anos.



Os navios que operam no porto são acompanhados pela área operacional do porto via satélie.

Desde então, a Companhia Docas de São Paulo (Codesp), Marinha, Polícia Federal e a maioria dos agentes marítimos utiliza a tecnologia, formatada nos sistemas via satélite e Global Positioning System (GPS, em português, Sistema de Posicionamento Global). Criado com software nacional, o “Vessel” é, ainda, parte do sistema denominado Vessel Traffic System (VTS), exigido pela norma de segurança internacional ISPS Code.

“Os principais portos do mundo já operam ferramentas eletrônicas deste nível e até superior. O uso do VTS será o novo salto na gestão operacional que a Appa pretende alcançar”, considerou o superintendente da Appa.

Texto do autor, baseado em release da ASSCOM/APPA.